Timeline do Facebook: como funciona?

A sua timeline no Facebook é definida por diversos algoritmos computacionais. A relevância das publicações exibidas é determinada por esses algoritmos. Veja a seguir como funciona a sua timeline e o porquê de nem todos os seus amigos verem as suas publicações. Primeiramente, um algoritmo analisa todas as publicações postadas pelos seus amigos e pelas pessoas que você segue, cada um dos grupos de que você participa e cada página que você curtiu na última semana. Para um usuário médio do Facebook, o número de posts ultrapassa os 1.500, mas para usuários mais ativos esse número pode chegar a 10 mil. Feito isso, um algoritmo mais complexo define o que realmente vai aparecer na sua timeline. Os milhares de posts da última semana são categorizados e ranqueados na ordem em que o Facebook acredita que você vai preferir, começando pelos posts mais recentes e dos seus melhores amigos. Assim, de 10 mil posts, o Facebook mostra aproximadamente 100 publicações. Muitas vezes, é por esse motivo que suas publicações conseguem menos curtidas e comentários que o esperado. Pois se o Facebook te mostra apenas 100 posts dos 10 mil publicados pelos seus amigos, só uma parcela dos seus amigos verá as suas publicações. Se você tem cerca de 500 amigos no Facebook, 60 deles verão suas publicações. Ou seja, apenas 12% dos seus amigos vêem os seusposts, e provavelmente alguns deles nem vão abrir o Facebook no dia da postagem.   Essa seleção de postagens é o que faz com que as empresas tenham que alavancar ($) as publicações para que seus seguidores as vejam. E a fórmula desse algoritmo é tão sigilosa que várias empresas tentam decifrá-la. Embora exista essa seleção, constantemente o Facebook aprimora seu feed de notícias. Quando o usuário clica em “Não quero mais ver esse post” ou “Ocultar”, essa informação é salva num banco de dados para ser analisada por outro algoritmo. A intenção é descobrir o porquê da rede social ter exibido um post que aquele usuário não gostou de ver. Além disso, algumas vezes o Facebook convida os usuários a responder perguntas para aprimorar a timeline. facebook-ad-survey-main Devido à magnitude do Facebook, qualquer mudança mínima no algoritmo deve ser cuidadosamente analisada, pois ela pode significar chateação para os usuários e milhões de dólares a menos no faturamento com posts patrocinados.   O algoritmo dos posts O algoritmo é uma série de fórmulas matemáticas que decidem qual post o usuário não pode deixar de ver e qual é melhor que ele não veja. Dessa forma, cada um dos 10 mil posts analisados pelo Facebook recebe uma pontuação de relevância, ou seja, ele tenta descobrir o quão relevante determinado post é para você. E, para chegar a uma pontuação de relevância ideal, vários aspectos são considerados, dentre eles:

  • A pessoa que postou é um amigo próximo ou só um conhecido?
  • Há quanto tempo você é amigo daquela pessoa?
  • Você e o autor do post costumam trocar mensagens inbox com frequência?
  • Você costuma curtir as coisas que aquela pessoa posta?
  • Aquela pessoa costuma curtir as coisas que você posta?
  • Os melhores posts daquela pessoa são fotos, textos ou links pra outros sites?
  • Há quantas horas aquele post foi publicado?
  • O post daquela pessoa já está fazendo sucesso entre outros amigos, ou não recebeu nenhuma curtida?

Após avaliar todos esses aspectos (e diversos outros), o algoritmo decide quais serão os 100 posts mais interessantes para você e os exibe na sua timeline.Para tomar esta decisão, um computador monitora todas as suas ações na rede social. Por exemplo, se você curtir um post antes de ler todo o seu conteúdo, ele recebe uma nota menor do que se você ler o post todo e, só depois, clicar em curtir. Afinal, o algoritmo pode interpretar esse comportamento como um indício de que o post foi curtido apenas “por educação” ou por “politicagem” com o amigo em questão. O tempo gasto em um post também é um fator importante. Se você gasta mais tempo em determinada história, isso pode significar que você confia/respeita/se interessa mais do que a média pela pessoa que publicou aquele post. Entendendo o algoritmo do Facebook, percebemos como é difícil conseguir que seu post seja visto por muitas pessoas. Por isso, destaca-se a importância de patrocinar posts para que cada vez mais pessoas (possivelmente) interessadas pelo seu produto vejam a publicação da sua empresa.


Recommended Posts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *