Categorias
Internet Website

Coleta seletiva e reciclagem

A coleta seletiva e a reciclagem de lixo têm um papel muito importante para o meio ambiente. Por meio delas é possível reduzir a quantidade de matérias-primas extraídas da natureza. A ameaça de exaustão dos recursos naturais não-renováveis aumenta a necessidade de reaproveitamento dos materiais recicláveis, que são separados na coleta seletiva de lixo. Veja a seguir o que diferencia a coleta seletiva da reciclagem: Coleta seletiva: É um sistema de recolhimento de materiais recicláveis: papéis, plásticos, vidros, metais e orgânicos,  que são previamente separados na fonte geradora e podem ser reutilizados ou reciclados. A coleta seletiva funciona, também, como um processo de educação ambiental, na medida em que sensibiliza a comunidade sobre os problemas do desperdício de recursos naturais e sobre a poluição causada pelo lixo. Reciclagem: É o processo de transformação de um material, que perdeu sua utilidade, em outro produto. Por exemplo: transformar o plástico da garrafa PET em cerdas de vassoura ou em fibras para moletom. A reciclagem gera economia de matérias-primas, água e energia, é menos poluente e alivia os aterros sanitários, cuja vida útil é aumentada, poupando espaços preciosos da cidade que poderiam ser usados para outros fins, como parques, casas, hospitais etc. Reciclar é diferente de separar. Reciclar consiste em transformar materiais já usados em outros novos, por meio de processo industrial ou artesanal. Separar é deixar fora do lixo tudo que pode ser reaproveitado ou reciclado. A coleta seletiva do lixo pode ser feita em casa, na escola ou na empresa. É importante lembrar que a separação dos materiais de nada adianta se eles não forem coletados separadamente e encaminhados para a reciclagem. A coleta seletiva e a reciclagem contribuem para a melhoria do meio ambiente na medida em que:

  • Diminui a exploração de recursos naturais;
  • Reduz o consumo de energia;
  • Diminui a poluição do solo, da água e do ar;
  • Prolonga a vida útil dos aterros sanitários;
  • Possibilita a reciclagem de materiais que iriam para o lixo;
  • Diminui os custos da produção, com o aproveitamento de recicláveis pelas indústrias;
  • Diminui o desperdício;
  • Diminui os gastos com a limpeza urbana;
  • Cria oportunidade de fortalecer organizações comunitárias;
  • Gera emprego e renda pela comercialização dos recicláveis.

Para saber mais sobre o assunto e como implantar a coleta seletiva na sua empresa, clique aqui. (Fonte: Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo)

Categorias
Comunicação Internet SEO Web Marketing

Como o inbound marketing pode ajudar o seu negócio

Antes de tudo, vamos esclarecer o que é inbound marketing: Em resumo, o inbound marketing é um conjunto de estratégias que tem o objetivo de atrair clientes voluntariamente para o seu negócio. Inbound marketing é o marketing que as pessoas amam! Temos que ter em mente que, ao contrário do marketing tradicional, o inbound baseia-se em relacionamento com o consumidor. “Inbound marketing pode ser considerado como qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá-lo.” Certo, mas como fazer isso? Vamos pensar que, nos dias de hoje, quando as pessoas têm um problema, elas normalmente recorrem à internet para buscar a solução. Então, em um raciocínio lógico, se você oferecer o conteúdo certo, no lugar certo e na hora certa, há uma grande chance de fechar negócio. Pense: quando recebe um e-mail marketing de uma empresa cujo site nunca visitou você deleta o e-mail sem nem mesmo abrir, não é? Agora pense em outra situação: você está fazendo uma pesquisa sobre exercícios aeróbicos no Google para comprar uma bicicleta, e se depara com um e-book gratuito, oferecido por uma loja on-line de venda de equipamentos e acessórios esportivos. Alguns dias depois de baixar o e-book você recebe um e-mail da loja, perguntando se aquele conteúdo foi útil e trazendo dicas de como se alimentar antes e após a prática de exercícios. Isso é inbound marketing. Para fazer inbound marketing, é necessário compreender cinco pontos importantes: Marketing de conteúdo: Entender quem é o seu público e produzir conteúdo relevante para ele é essencial. Para isso, defina personas (sim, pode haver mais de uma) para o seu negócio e analise que tipo de conteúdo elas consomem, quando, onde e como elas consomem. Ciclo de compra: Após definir as personas trace um ciclo de compra baseado no comportamento de cada uma delas. É preciso entender como elas pensam durante todo o processo de compra, do princípio até a conclusão. Personalização: Quanto mais você conhece os seus leads, melhor você consegue interagir com eles e oferecer o conteúdo certo no momento certo. Multicanais: Entenda que a cada dia as pessoas estão mais conectadas em plataformas e dispositivos diferentes. Redes sociais, blogs, sites de busca, etc. São diversos os canais em que as pessoas buscam conteúdo e informação. Esteja presente em todos os canais em que o seu público está. Integração: Se suas ações não estiverem integradas, não vai adiantar nada. Mensure resultados e analise cada ponto de forma minuciosa. Estabeleça metas, faça ajustes, comparações e mais ajustes. A cada ponto analisado, novas informações são recebidas e novas melhorias podem ser feitas. Não se prenda a um plano fixo, afinal, em um mundo que está em constante mudança, a comunicação não pode ficar estática.

Categorias
Internet Website

Por que eu devo ser sustentável?

Segundo a  ONU (Organização das Nações Unidas), a previsão é que a temperatura do planeta suba 4 ºC até 2100. Esse aumento provocará a elevação do nível do mar em até 59 centímetros, o que trará inundações, ondas de calor mais frequentes e até ciclones violentos. Tantos desajustes nas condições climáticas podem provocar o desaparecimento de algumas ilhas e de superfícies férteis, usadas para o plantio de alimentos. Ao mesmo tempo, as previsões sobre a água disponível para o consumo humano e para a produção são preocupantes: estima-se que a demanda por água vai ultrapassar a oferta do recurso em 40% em 2030, principalmente nas grandes metrópoles. Todas essas mudanças obrigarão milhares de pessoas a abandonar suas casas e, num futuro não muito distante, pode ser que tenhamos mais refugiados do clima do que refugiados de guerras. Em uma situação com campos férteis alagados, a produção de alimentos sai prejudicada. A redução do número de áreas disponíveis para o plantio impacta a oferta de alimentos no mercado agrícola e faz com que eles cheguem muito mais caros até nós. Por outro lado, com o nível de água dos rios cada vez mais baixo e os lençóis freáticos cada vez menos volumosos, a oferta de água para irrigação será reduzida drasticamente, e sem irrigação as atividades agrícolas não sobrevivem. Ainda, a redução da disponibilidade hídrica nos grandes centros urbanos não só muda completamente os hábitos de consumo nas casas, mas também pode parar atividades essenciais, como o funcionamento de hospitais, fábricas e do comércio em geral. De acordo com os cientistas, o desmatamento de florestas e as emissões de dióxido de carbono (CO2) resultantes da queima de vegetação e combustíveis fósseis são as principais causas do aquecimento do planeta e da falta de água. As florestas são responsáveis diretas pela manutenção da umidade do planeta e, sem elas, o ciclo natural da água é afetado. Se os países não adotarem medidas para reduzir a poluição atmosférica e conservar as matas, a temperatura média da Terra pode aumentar em 6,4%. Não restam dúvidas de que a atividade do homem é a grande causadora de todas essas mudanças. O que você pode fazer para ajudar? A boa notícia é que uma mudança profunda de hábitos pode reverter o problema, ou pelo menos amenizá-lo no futuro. Seguem algumas práticas que podem ser adotadas no dia a dia doméstico:

  • Reduzir o tempo dos banhos;
  • Reaproveitar a água que sai da máquina de lavar;
  • Captar a água da chuva para atividades como regar as plantas ou lavar o quintal;
  • Reciclar o lixo gerado por sua família;
  • Substituir as lâmpadas incandescentes por fluorescentes;
  • Não manter o carregador do celular na tomada e deixar o monitor em descanso de tela e os eletrodomésticos em stand by.

Essas são ótimas atitudes para ajudar o planeta, mas nós cidadãos não somos os únicos responsáveis por cuidar do mundo onde vivemos. Há atitudes de maior impacto que podem ser adotadas por empresas e estendidas à sua cadeia de clientes. Quando as empresas introduzem em seus processos a ideia da sustentabilidade como valor estratégico, as melhorias para o meio ambiente ganham escala e maior efetividade. Não há como proteger o meio ambiente se não diversificarmos e melhorarmos nossos hábitos de consumo. Para nossa própria sobrevivência, é nosso dever mudar nossos hábitos e levar uma vida mais sustentável. O planeta e as gerações futuras agradecem.

Categorias
Internet Website

Conheça a iniciativa Site Sustentável e saiba como fazer parte

Você sabia que o seu site é responsável por um dos principais problemas do meio ambiente? Um terço das emissões de poluição na atmosfera vem da geração de energia elétrica, usada por cidades, casas, indústrias e até mesmo pelo servidor onde seu site está hospedado. Se fossem um país, os servidores seriam o quinto maior consumidor de energia elétrica do mundo, e até 2020 seriam o segundo. Pensando em minimizar esse problema, criamos o Site Sustentável. Uma iniciativa para mobilizar a internet e levar a sustentabilidade para todos os sites e consumidores brasileiros. Como funciona? Plantamos o número necessário de árvores para neutralizar o CO2 emitido pela sua página na internet, tornando-a sustentável. Além disso, você tem o direito de exibir em sua página o selo Site Sustentável, que pode ser visto em diversos sites que se preocupam com o meio ambiente. Você sabia que 66% dos consumidores estão mais dispostos a comprar em lojas/empresas que possuem políticas reconhecidas de preservação do meio ambiente? O Site Sustentável é hoje o maior certificado de sustentabilidade da internet brasileira. Plantamos espécies nativas da Mata Atlântica, de forma totalmente transparente, e disponibilizamos em seu site fotos e a localização exata das árvores. Assim te ajudamos a atrair e fidelizar consumidores conscientes, dando credibilidade e agregando valor à sua marca. Esses benefícios tornam ainda mais gratificante fazer parte de um movimento que já está mudando o mundo. Mostre que sua empresa se preocupa com seu impacto ambiental e social. Utilize um selo de credibilidade para comunicar sua ação de sustentabilidade aos consumidores. Ficou interessado? Entre em contato com a gente e saiba como adquirir o selo Site Sustentável para seu site.

Categorias
Comércio Eletrônico Comunicação Internet Redes Sociais Tecnologia Web Marketing

Instagram para vendas

Uma nova ferramenta começou a ser testada semana passada no Instagram. Disponível nos EUA (e sem previsão para chegar ao Brasil), a nova funcionalidade permite ver os produtos expostos em uma foto através de marcações. Assim, o usuário poderá entrar no site do fabricante a partir do aplicativo e comprar o produto, o que facilita a venda para algumas marcas. Os posts dessas marcas terão descrições mais detalhadas sobre os produtos e poderão incluir até cinco marcações com o link direto de cada produto à venda. As primeiras marcas a fechar parceria com a rede social para usar a ferramenta foram Kate Spade, Warby Parker e J. Crew. Veja no vídeo abaixo como essa nova funcionalidade deve operar.

Essa novidade faz sentido para o Instagram, que tem em sua base muitas blogueiras de moda, marcas e lojas do ramo.

Categorias
Internet Website

5 dicas para criar uma ótima seção “sobre”

Pense sobre a seção Sobre do seu site. Se você ainda não tiver uma, deve criá-la imediatamente depois de ler este artigo. Se você já tem, para que ela serve? A seção Sobre deve mostrar aos clientes quem é a sua equipe? Deve contar a história da sua empresa? Talvez seja uma ferramenta de recrutamento? As seções do seu site podem servir para uma variedade de propósitos. A chave para que elas sejam bem- sucedidas é saber exatamente qual é o propósitode cada uma e projetá-las para atingir a esse fim específico. Sua seção Sobre é o lugar perfeito para encorajar as pessoas a trabalhar com você, ou para você. Abaixo estão algumas das melhores dicas para seguir ao projetar a seção Sobre do seu site. 1- Conte sua história Esta é a sua oportunidade de fazer uma conexão pessoal com potenciais clientes e explicar por que você faz o que faz. Se você é apaixonado por melhorar a sua indústria, seu produto, o mundo, revele sua paixão e as pessoas vão querer trabalhar com você. 2- Estabeleça credibilidade Ao invés de oferecer um texto chato “Sobre nós”, projete uma seção que incentive os clientes a tomar medidas. Utilize uma linguagem mais descontraída e divertida, que permita que a personalidade da empresa brilhe. Se as pessoas vêm vão até a seção “Sobre”, significa que elas já estão interessadas no produto. O que elas procuram neste momento é a garantia de que a sua empresa é o tipo de empresa com que desejam trabalhar. Procure inserir também um formulário de contato. 3- Destaque seus clientes Há uma razão pela qual comentários e depoimentos de clientes são tão populares: eles funcionam. Use sua seção Sobre” para mostrar seus clientes e compartilhar o quão felizes eles estão com o produto ou serviço que você oferece. 4- Apresente sua equipe Apresentar sua equipe é especialmente importante se você tem uma empresa onde os funcionários têm relacionamentos próximos e prolongados com os clientes. Deixe sua equipe acessível através de seu site para que seus clientes saibam que podem esperar transparência na relação de trabalho. 5- Mostre seu trabalho Exibir os projetos que sua empresa já realizou também ajuda a estabelecer a credibilidade da empresa e sua presença no mercado. Além disso, projetos de sucesso deixam seus clientes orgulhosos e felizes. Esperamos que este artigo sobre a seção “Sobre” tenha te deixado inspirado. Ao criar a sua seção, lembre-se de seguir estes tópicos: – Conte a sua história; – Destaque seus clientes; – Estabeleça credibilidade; – Mostre seu trabalho; – Apresente a equipe; -Incorpore sua marca; – Deixe-a divertida.

Categorias
Comunicação Internet Redes Sociais

Precisamos falar sobre suicídio

Estima-se anualmente, de acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma morte a cada 40 segundos. No Brasil, oitavo país no ranking de suicídios, é uma morte a cada 45 minutos. Os números crescentes são alarmantes, e uma forma de combater esse mal é falar sobre o assunto. Para isso, o Facebook desenvolveu, em parceria com o Centro de Valorização da Vida (CVV), uma ferramenta de prevenção ao suicídio. Além disso, a rede social vai oferecer publicidade gratuita para a CVV, a fim de incentivar o recrutamento de novos voluntários, uma vez que se espera um aumento no número de ligações. A ferramenta tem dois objetivos: oferecer apoio às pessoas com pensamentos suicidas e orientar as famílias para que possam ajudar da melhor forma possível; e seu funcionamento é bem simples. Ao perceber que um amigo do seu Facebook está postando algo preocupante, clique em “denunciar publicação”, no canto superior direito do post, e selecione a opção “acredito que não deveria estar no Facebook”. Quando o Facebook perguntar por que você denunciou, clique na opção relacionada ao suicídio, “Mostra alguém se ferindo ou planejando se ferir”. Em seguida, seu amigo receberá uma mensagem privada da rede social, dizendo que alguém está preocupado com ele e oferecendo algumas opções de apoio: conversar por chat com um amigo de confiança, contatar um agente do CVV ou receber dicas do que fazer. O Facebook não divulga o nome de quem fez a denúncia. 07-09-1 07-09-2 Ao denunciar a postagem do seu amigo, você também recebe um guia de como pode ajuda-lo. A nova ferramenta estava disponível desde o ano passado nos EUA e Austrália, e em junho foi lançada no mundo inteiro, como parte do Plano de Ação de Saúde Mental da OMS, que tem como meta reduzir em 10% o índice de suicídio no mundo até 2020. Compartilhar este tipo de iniciativa pelo mundo é importante, pois são poucos os países que têm estratégias e ONGs dedicadas a este tipo de morte. A OMS aponta que 90% dos casos de suicídio podem ser evitados, então, por que não começar pelos amigos no Facebook? Ajude a espalhar esta ideia e juntos podemos salvar muita gente. (Via Revista Superinteressante)

Categorias
Comunicação Internet

As 20 perguntas mais absurdas feitas ao Google

Vivemos em uma época em que o acesso à informação pode estar, literalmente, na palma de nossas mãos. Sendo assim, é muito mais fácil buscar as respostas que precisamos no Google, mas será que ele realmente sabe tudo? A agência de marketing digital Digitaloft catalogou algumas das perguntas mais absurdas feitas ao Google (em inglês) e, acredite, você vai se surpreender com a quantidade de vezes que elas foram feitas! 17-08 1 17-08 2 17-08 3 17-08 417-08 5

Categorias
Comércio Eletrônico Internet Mídia Digital Redes Sociais Web Marketing

Mudanças na contabilização de conversões do Google

Você sabia que 61% dos usuários da Internet e mais de 80% da geração Y que estão on-line iniciam uma compra em um dispositivo, mas continuam ou concluem a ação em outro? Há três anos, o Google lançou as conversões em dispositivos diferentes para ajudar os profissionais de marketing a avaliar o caminho dos consumidores em vários dispositivos, que começa com o clique no anúncio em um dispositivo e termina com uma conversão em outro. Ano passado, a empresa tornou as conversões em dispositivos diferentes mais acionáveis ao permitir que elas fossem incluídas na coluna “Conversões” e integradas aos lances automáticos e modelos de atribuição. 03-08 1 Hoje o Google anunciou que em breve as conversões em dispositivos diferentes e serão incluídas na coluna “Conversões” automaticamente. Desse modo, você terá a visão mais completa possível do desempenho de seus anúncios e poderá avaliar o real valor dos dispositivos móveis para o seu negócio. A configuração para incluir manualmente as conversões em dispositivos diferentes na coluna “Conversões” será desativada, e o novo recurso será disponibilizado automaticamente para os anunciantes em 6 de setembro de 2016. Depois de 16 de agosto de 2016, as novas contas do Google AdWords incluirão, por padrão, as conversões em dispositivos diferentes na coluna “Conversões”. Ao usar os insights  de dispositivos diferentes, anunciantes do mundo todo puderam ter uma visão mais precisa e abrangente do desempenho, e contabilizaram, em média, até 16% a mais de conversões. 03-08 2 E aí, o que vocês acharam dessa novidade? (Fonte: Comunidade Google Adwords)

Categorias
Comunicação HTML Internet Mídia Digital Tecnologia Web Marketing Website

HTML: De bicho de sete cabeças a queridinho do marketing

Será que todos profissionais de marketing digital precisa entender de HTML? A resposta é sim, pois mais cedo ou mais tarde irá se deparar com a necessidade de fazer alterações tais como: textos, imagens e formatação de posts e email marketing.

Essas alterações até são fáceis, porém pode se tornar um grande vilão quando dependemos de editores visuais de textos que nem sempre fazem aquilo que queremos.

Fica Calmo! Nesse post mostraremos algumas das vantagens de conhecer o básico do HTML e como aprendê-lo.

O tão temido HTML

Muitos se assustam quando ouvem o termo “HTML” e olha aquilo como um monte de “coisa” que parece escrita grega, realmente quando se olha sem um conhecimento é assustador. Contudo quando você começa a ler mais sobre o assunto verá que muitas coisas são mais simples do que se parece é claro que existe o lado complicado, mas não fazem parte da função no profissional de marketing.

O que? Como? Cuma?

O significado para HTML é Hyper Text Markup Language é uma linguagem de marcação que serve para marcar, colocar, cada item de uma página da web em seu devido lugar. Em termos mais simples o HTML “diz” que aqui existe um link interno que abre em uma nova aba.

Por onde começo?

Antes de tudo deve saber que todas as tags do HTML ficam entre os símbolos < e > oficialmente conhecidos como Chevron.  O próximo é que todas as tags possuem uma abertura e um fechamento. Por exemplo, para colocar a palavra em negrito, abra-se com <b>, agora para fechar o negrito das palavras </b>.

 Só praticar e arrasar no HTML (: